Mobile First: Por que o Marketing Móvel se tornou prioridade?

Atualizado: 14 de Out de 2019


Ainda há algumas dúvidas a respeito de projetar todo o marketing digital para a versão mobile, porém quase todas elas seriam respondidas facilmente com um simples questionamento: Onde você consome a maior parte dos conteúdos gerados na internet? No celular, certo? O seu cliente não tem hábitos muito diferentes do seu nesse sentido. Só para respaldar toda essa afirmação, os usuários passam 59% do tempo utilizando a internet por dispositivos móveis. Ou seja, você precisa pensar primeiro em como aquela peça conceito, o vídeo e até mesmo seu site ficaria na tela de um smartphone.

Bom, mas não é só isso que todos precisam saber, tem muitas outras informações importantes a serem levantadas sobre o Mobile First. Logo, nesse texto você vai entender um pouco mais sobre o Marketing Móvel e em quais aspectos ele precisa necessariamente ser implementado por uma marca para que ela possa alcançar resultados significativos e o quanto isso pode interferir no sucesso futuro de uma empresa. Então, vamos lá!


Esteja na primeira página do Google

O Google já deixou claro que sites responsivos para dispositivos móveis possuem melhor ranqueamento em seu sistema de pesquisa do que aqueles que são projetados apenas para grandes telas, como computadores e notebooks.

E se tem uma coisa que todo mundo deseja é estar no topo do maior buscador do mundo. Até porque, 75% das pessoas não vão até a segunda página do Google para encontrar o conteúdo e resposta que deseja, imagina se o seu negócio estiver hospedado na 25° página? Pois é, você estará longe de ser a primeira opção de compra da sua audiência na internet.

Por isso, quando for desenvolver o seu site, pense primeiro em como seria o layout apresentado para o público que visita o seu negócio por um dispositivo móvel. Acredite, o processo inverso pode ser muito mais complexo!


Marketing de Influência com mais resultados!

Não é novidade para ninguém que o Marketing focado em produções de vídeo é o que mais tem encantado o público. Até porque, se formos pegar os principais influenciadores digitais, como o Bolsonaro, Luciano Hang, Whindersson Nunes e muitos outros, eles ganharam audiência por conta de vídeos que viralizaram na internet. Logo, é uma grande aposta do Marketing de Influência! Principalmente, com a chegada de redes sociais que investem em conteúdos produzidos através do audiovisual, ainda que rápidos, como é o caso do: Snapchat, Stories do Instagram e agora o Tik Tok.

“Tá, mas como essa informação está relacionada com o Mobile First?” Veja bem, 90% dos usuários e da sua audiência assistem seus vídeos pelo smartphone. Sabendo disso, podemos ter um novo direcionamento no momento de produzir esses conteúdos. Afinal de contas, pelo celular tudo se torna um consumo muito rápido, portanto, precisa ser:

- De fácil interpretação;

- Diferente de tudo que ele já viu, para que chame a sua atenção;

- Agregue valor;

- Tenha chances de viralizar.

Acredito, que essas dicas tenha sido o suficiente para abrir sua mente para o mundo que existe no Marketing voltado para dispositivos móveis e, especialmente, como o Mobile First pode interferir nos resultados alcançados pelo Marketing de influência. Bom, o recado final é simples, se você deseja que a sua marca se torne influente no meio digital como já acontece com iFood, Netflix, Magazine Luiza e outros, mas sua equipe de Marketing não tem os macetes para colocar isso em prática, solicite uma consultoria para desenvolver uma estratégia exclusiva para o seu negócio para aumentar sua audiência e, consequentemente, suas vendas. O que acha da ideia? Clique aqui para conhecer mais sobre esse serviço de consultoria.


Carlos Borges

CEO Agência New Marketing


10 visualizações

© 2019 por Carlos Borges. Design by Agência New